Recent News

El descenso de la inversión extranjera en el mercado inmobiliario comercial de EE. UU.

El descenso de la inversión extranjera en el mercado inmobiliario comercial de EE. UU.

El mercado inmobiliario comercial de Estados Unidos ha experimentado un importante declive en la inversión extranjera, revelando un panorama cambiante en la industria. Aunque en 2017 se registró un pico en las compras extranjeras, alcanzando los $153 mil millones en el sector residencial, esta cifra ha disminuido considerablemente y se sitúa actualmente en $53 mil millones, según la economista Jessica Lautz de la Asociación Nacional de Agentes de Bienes Raíces.

Tradicionalmente, o percentual de propriedades estrangeiras nos Estados Unidos tem sido relativamente baixo, oscilando entre 2% e 3%. Em contraste, os investidores estrangeiros têm tido uma participação maior no setor imobiliário comercial, representando historicamente entre 10% e 11% da propriedade. No entanto, no ano passado ocorreu uma queda para 6%, indicando um importante retrocesso no investimento estrangeiro, de acordo com Riaz Cassum, diretor global de capital internacional da empresa de serviços imobiliários JLL.

Stephen Bethel, diretor nacional da empresa Frazier Capital Brokerage & Valuation, testemunhou o impacto dessa tendência em primeira mão. Seus clientes bancários taiwaneses deixaram de conceder empréstimos para imóveis comerciais nos Estados Unidos, enquanto outros clientes internacionais, incluindo os do Canadá, manifestaram preocupação com o mercado imobiliário comercial americano. A queda no investimento estrangeiro pode ser atribuída às altas taxas de juros e à incerteza sobre sua trajetória futura, desencorajando tanto investidores nacionais quanto estrangeiros. Como consequência, o volume de vendas de imóveis comerciais nos Estados Unidos apresentou uma drástica diminuição de 63%.

No entanto, alguns segmentos do mercado imobiliário comercial conseguiram manter o interesse estrangeiro. Setores alternativos como centros de dados, ciências da vida e moradia estudantil continuam a atrair a atenção de grandes fundos soberanos de riqueza e importantes investidores do Oriente Médio. Enquanto prédios de escritórios sofrem uma desaceleração, esses setores não tradicionais se beneficiam de um investimento estrangeiro sustentado.

Embora o declínio no investimento estrangeiro apresente desafios para o mercado imobiliário comercial, também representa oportunidades para novos caminhos de crescimento. Desenvolvedores e investidores podem explorar setores emergentes e aproveitar as dinâmicas em mudança do interesse estrangeiro. Ao abraçar tendências inovadoras, o mercado imobiliário comercial dos Estados Unidos pode se adaptar e prosperar, mesmo diante das condições econômicas globais em constante mudança.

Perguntas frequentes (FAQ) sobre o mercado imobiliário comercial dos Estados Unidos: